• Luiz Carlos Zancanella Junior

Ecobarreira retirou 33 toneladas de lixo do Dilúvio em três meses

Link para a notícia: https://www.correiodopovo.com.br/not%C3%ADcias/geral/ecobarreira-retirou-33-toneladas-de-lixo-do-dil%C3%BAvio-em-tr%C3%AAs-meses-1.207723


Desde março, 33 toneladas de lixo que descem pelas águas do arroio Dilúvio foram impedidas de entrar no Rio Guaíba pela barreira ecológica instalada entre as avenidas Borges de Medeiros e Edvaldo de Pereira Paiva. As centenas de garrafas PET, sacos de lixo, pneus e frutas deterioradas lançadas pelos moradores de Porto Alegre são içadas em uma gaiola e removidas diariamente Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU).


“Nesse período experimental, esse novo sistema nos dá tranquilidade de que o Guaíba não recebeu 33 toneladas de lixo descartado de forma irregular”, observou o prefeito José Fortunati, que esteve na manhã desta sexta-feira acompanhando a retirada do descarte.


O novo código de limpeza urbana de Porto Alegre estabelece que quem jogar, descartar ou abandonar resíduos nas margens ou dentro de rios, córregos e arroios fica sujeito à multa de até R$ 5.256,14.


A barreira ecológica surgiu de uma ideia do vice-presidente da empresa Safeweb Segurança da Informação, Luiz Carlos Zancanella Júnior. Ele explicou que a ideia surgiu depois de assistir um vídeo que mostrava uma iniciativa semelhante executada na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos. “É um projeto 100% pensando na cidade. Queremos reduzir os níveis de poluição da água. Tem um caráter social e ambiental, de doação à cidade”, observa Zancanella. Será a Safeweb que arcará com os custos de manutenção e de pessoal do projeto.

Notícias

Porto Alegre/RS - Brasil

Desenvolvido por Instituto Safeweb

Desenvolvido por Instituto Safeweb

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram